Matizes Escondidos

28/06/2008

Rent-seeking^2?

Encontrei a seguinte mensagem na minha pasta de spam do Gmail.  Rent-seeking ao quadrado?*

TREINAMENTO:
GESTÃO DAS RELAÇÕES SINDICAIS - 4ª Edição
21 e 22 de agosto de 2008 - São Paulo

(...)

O objetivo deste seminário é oferecer uma visão diferenciada das melhores práticas corporativas, por meio de simulações de negociação coletiva. Um estruturado e formal projeto de relações sindicais será apresentado aos participantes que, por sua vez, poderão desenvolver e aplicar tal ferramenta em suas empresas ou relações pessoais. A utilização desta ferramenta poderá, de forma prática e clara, alavancar resultados econômicos e de clima organizacional.

Público-Alvo: Jurídico trabalhista e cível, recursos humanos, auditores, financeiros, fiscal, contabilidade e planejamento estratégico.

Conforme Douglass North, existem duas maneiras de se apropriar de riqueza. Uma delas é através da criação de bens e serviços que outras pessoas achem úteis e pelos quais estejam dispostas a pagar. Verifica-se nessa situação a criação de renda de valor e de renda. Essa conduta é chamada de profit-seeking, ou buscadora de lucro, e é considerada benéfica, pois busca gerar renda por meio da solução de necessidades de pessoas e empresas. Já o rent-seeking é uma conduta em que, em vez de se buscar apropriar renda através da criação de valor, os agentes buscam manipular o ambiente econômico e legal de forma a buscar meramente a redistribuição de riqueza já existente. Por exemplo, uma empresa nacional do ramo de tecidos pode estar enfrentando concorrência de uma similar estrangeira, o que lhe reduz os lucros. Em vez de buscar aperfeiçoar seus métodos produtivos, mudar de ramo ou até mesmo fechar (que são atitudes compatíveis com o bem estar agregado da sociedade), ela pode dedicar parte do seu dinheiro para atividades de lobby diante do poder público, para que esse crie, por exemplo, uma lei que dificulte a importação de tecidos, de forma a lhe garantir maiores lucros. Ainda, também, pode um determinado sindicato pressionar o poder público para que crie uma reserva de mercado para a categoria que representa (estabelecendo, por exemplo, que empresas de determinado porte sejam obrigadas a contratar determinado profissional para realizar certa tarefa). Tais condutas são deletérias para o bem estar agregado da sociedade, pois a conduta de rent-seeking emprega recursos úteis (tempo, dinheiro e mão-de-obra), não para criar riqueza para a sociedade, mas apenas para redistribuí-la.

* Ok, talvez não seja em algumas situações. Mas ainda acho que é sintoma de algo errado.


Escrito por Philipe às 18h27
[] [envie esta mensagem] []



Livro de Kim Jong Il é publicado na Venezuela

Notícias inusitadas da KCNA, a agência de notícias oficial da Coréia do Norte:

Livro de Kim Jong Il é publicado na Venezuela, aqui.

Pyongyang, June 27 (KCNA) -- General Secretary Kim Jong Il's work "Let Us Carry Out the Great Leader Comrade Kim Il Sung's Instructions for National Reunification" was brought out in booklet by the Canta Clara Publishing House of Venezuela on June 18.

A KCNA tem um serviço de notícias em espanhol, também.


Escrito por Philipe às 18h17
[] [envie esta mensagem] []



Nikkei 225 Stock Index 1980-2008

Gráfico conhecido, mas que é sempre surpreendente: ascensão e queda do índice Nikkei (bolsa do Japão), de 1980 aos dias de hoje.

Fonte: adaptado da Contigo! financeira.


Escrito por Philipe às 17h11
[] [envie esta mensagem] []


27/06/2008

Madeeira! Aliás, Plutôniooo. Aliás... Demolição da torre de resfriamento de Yongbyon

 

Daqui:

Seoul - North Korea on Friday destroyed a cooling tower at its Yongbyon nuclear plant in a symbolic move towards an agreement to dismantle the state's nuclear programme in return for easing of sanctions against the communist state, South Korean television station MBC reported.

The Friday afternoon demolition of the 25-metre tower, that was shut down in 2007, came a day after Pyongyang delivered a declaration of its nuclear programmes to China under an agreement reached at the six-party disarmament talks.


Escrito por Philipe às 20h50
[] [envie esta mensagem] []



"A razão para se comprar na Americanas.com" ou "Eu não sou poser de entusiasta de soja."

Dizem por aí que informação é poder. Ora, creio que poucos discordariam... Por isso, querido e eventual leitor, vou compartilhar algumas aqui...

Primeiro, não comprem a balança de cozinha digital Smart, da marca Plenna. Eu comprei um exemplar da mesma pela internet, na Americanas.com, há cerca de um mês, o qual apresentava toda sorte de defeito. Bom, azar qualquer um tem: enviei um e-mail para a Americanas, solicitando troca do produto. Redigi de próprio punho (ou própria digitação) uma descrição detalhada dos defeitos e enviei (gratuitamente) a balança de volta para a Americanas.

Minha descrição dos defeitos foi aceita e recebi uma balança nova. Nova, mas também com problemas diversos (e diferentes dos que tive com a primeira balança). Com medo de solicitar nova troca e receber uma terceira balança com problemas, resolvi cancelar a compra. Agilmente recebi instruções de como proceder para cancelar a compra e enviar (gratuitamente) a balança pelo correio. Tudo funcionou perfeitamente.

Então, aí fica o meu conselho: evite a balança de cozinha digital Smart, da marca Plenna. Esse é um conselho de uso restrito, poucos de vocês devem se interessar por algo semelhante. Mas fica um conselho mais útil: o serviço de trocas e cancelamentos da Americanas.com é bom, funcional e ágil. Recomendo a todos a compra lá.

Balança Smart Plenna

***

Como eu sou brasileiro e não desisto nunca, fui eu hoje comprar em uma loja física uma balança digital. Como a gato escaldado não se olha os dentes (?), eu comprei alguns item com peso determinado para testar a balança que eu queria comprar, na hora e na minha frente. Comprei uma lata de milho (300g)  e um pacotinho de 500g de grão de soja para testar a balança. Comprei esses produtos porque eram baratos e tinham consistências bem diferentes, para testar a balança em diferentes situações.

Chegando ao caixa para passar a minha compra, a caixa abriu um sorrisão e me perguntou:

- QUE BACANA QUE VOCÊ GOSTA DE SOJA! ME ENSINA COMO PREPARA?!?!

Eu sabia vagamente que grão de soja é comestível (um cara que morou comigo comia, comi uns três grãos uma vez)...

- COMO É QUE VOCÊ PREPARA? TEM QUE COLOCAR NA ÁGUA ANTES, NÉ?

- Ah... Eu.. Hum... Acho que sim...

- AH, VOCÊ ENTENDE SÓ DE COMER, NÉ? É GOSTOSO?

-  Eh... É sim... (penso: eu comi e não morri)

- TUDO BEM SR! BOA TARDE!

Daí eu segui para comprar minha balança de cozinha digital... Comprei uma por quase metade do preço da que deu problema aí em cima, e funcionou 100%... Algumas coisas realmente não são boas de comprar pela internet mesmo, como sapato, roupa e balança digital para cozinha.

E tenho dito.


Escrito por Philipe às 20h05
[] [envie esta mensagem] []


25/06/2008

Usando os incentivos econômicos para desenhar políticas eficientes... no bar.

Incentivos importam?

O dono desta cachaçaria acredita que sim:

Para evitar confusão com a bebedeira inoportuna de alguns freqüentadores, a direção da barraca "Cachaçaria da Paraíba", uma das mais freqüentadas dentro do Parque do Povo, na festa junina de Campina Grande, tem que cobrar caro pela degustação de seus produtos.

Os clientes que querem experimentar a bebida antes de escolher entre os 18 tipos oferecidos no local pagam R$ 2 a dose - quando nos bares a mesma quantidade e marca podem ser adquiridas por R$ 0,50.

Pode ser simples o exemplo, mas o dono do estabelecimento está muito à frente de muita gente por aí...


Escrito por Philipe às 13h36
[] [envie esta mensagem] []


24/06/2008

Arquitetura russa antiga

Duas dicas, ambas sobre arquitetura e história russas:

A primeira é do International Herald Tribune, aqui:

In the old days, the homes' owners competed to show off the most lavish wooden designs. Craftsmen flocked to Tomsk and other Siberian cities, and their art thrived. To create such carvings from wood was a fine way to honor the Siberian forests.

Then came the revolution. The government took over the houses and converted them into communal apartments. Three or four families moved in to each, and during World War II, when factories were evacuated to Siberia from the front, the buildings were crammed with eight families or more.

Lendo isso, lembrei de dois posts antigos do English Russia, aqui e aqui, sobre um casarão maravilhoso achado no meio de uma floresta, vazio e sobre vilas abandonadas nos grotões russos. Vale a pena dar uma olhada.


Escrito por Philipe às 21h58
[] [envie esta mensagem] []



Fear and loathing in... Zimbabwe

O que é isso? O gráfico de x^4? Que nada, é a taxa de câmbio do Zimbábue.



Fonte: http://economia.uol.com.br/cotacoes/cambio.jhtm?RIC=ZWD¶metro=X&contra=uxm


Diz o World Factbook:


The government of Zimbabwe faces a wide variety of difficult economic problems as it struggles with an unsustainable fiscal deficit, an overvalued official exchange rate, hyperinflation, and bare store shelves.


(...)


The Reserve Bank of Zimbabwe routinely prints money to fund the budget deficit, causing the official annual inflation rate to rise from 32% in 1998, to 133% in 2004, 585% in 2005, passed 1000% in 2006, and 26000% in November 2007. Private sector estimates of inflation in 2007 are well above 100,000%. Meanwhile, the official exchange rate fell from approximately 1 (revalued) Zimbabwean dollar per US dollar in 2003 to 30,000 per US dollar in 2007.


Escrito por Philipe às 19h36
[] [envie esta mensagem] []


23/06/2008

Apagômetro da Eskom

Vocês sabiam que a África do Sul passa atualmente por uma crise de energia elétrica, com apagões de verdade e tudo?

Do Daily Wealth, a "Contigo" financeira (não pergunte a razão d'eu saber desse site):

Government is the problem. It controls South Africa's electricity sector through a state-owned utility called Eskom. Regulators kept the price of power too low for too long, and Eskom never invested in new capacity.

(...)

Blackouts in South Africa are epidemic, and they are crippling the country. In January, blackouts shut down the entire South African mining industry for a week.

O curioso é que tem um apagômetro no site da Eskom, que mostra o risco de blackout nas próximas horas. O quão honesto ou preciso o indicador é eu não sei, mas não deixa de ser curioso.


Escrito por Philipe às 16h50
[] [envie esta mensagem] []


22/06/2008

Venture Capital

Gráfico interessante, daqui:

Reparar a baixa participação de venture capital no Japão.


Escrito por Philipe às 21h20
[] [envie esta mensagem] []



Fazendo piada com coisas sérias

Brincando com coisas sérias: McCain em 2007,  "Bomb Iran" = "Barbara Ann", dos Beach Boys. Ainda não tinha visto.

Confesso que, apesar do mau gosto, vi a graça da coisa...


Escrito por Philipe às 19h57
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   
Histórico

OUTROS SITES
    A garota 100% perfeita
  Tudo o que você sempre quis saber sobre a multa nos sushis que sobraram no rodízio... mas não tinha coragem de perguntar ao amigo economista
  E-book dos ditados populares
  Dilbert Blog (Scott Adams)
  Geek Press
  A Softer World
  Blog do Mankiw
  Publicidade Positiva
  De Gustibus Non Est Disputandum
  Temas em Economia
  xkcd
  Cracked
  Demography Matters
  Homo Econometricum
  Suspensão de Juízo
  Quatroventos
  phCastro
  Muçarela
  Todos os Links - Matizes Escondidos


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog