Matizes Escondidos

14/06/2008

A Lasanha Assassina

Já que eu falei ali embaixo de coisas que assustam e dão medo, que tal uma história com muito sangue e... molho de tomate? Lasanha Assassina, a B animation! Narração de Zé do Caixão. Para quem nunca viu, vale a pena.

 


Escrito por Philipe às 20h23
[] [envie esta mensagem] []



WCfobia

Meu pai tem o (bom) hábito de comprar balas e colocar em algumas vasilhas pela casa, principalmente na copa, mas também no meu quarto. Acontece que o meu quarto é perto do banheiro em que eu tomo banho. Daí, sempre que eu vou para o chuveiro, eu não resisto e pego uma bala.

O problema é que eu morro de medo de engasgar com a bala durante o banho. Com o barulho do chuveiro, ninguém perceberia que teria engasgado. Daí, eu teria alguns segundos de desespero até a porta do banheiro. Será que daria tempo?

Morro de medo de morrer engasgado no banheiro.


E você? Qual o seu medo? Richard tinha medo de banheiros públicos. Curtazinho bacana.

After teasing her husband Richard about his phobia of public washrooms, Sarah learns that maybe there's more to be afraid of than she thought. 


Escrito por Philipe às 20h15
[] [envie esta mensagem] []



Como não pegar vírus de pen drive

Eu ganhei o meu primeiro computador em 1997. Era um Pentium 166 (convencional, sem MMX) com 32 MB de RAM e 2.1 GB de HD. São mais de dez anos de convivência com essas máquinas tão úteis e versáteis.

Nesse tempo todo, eu sempre usei Windows (durante um tempo, Windows e Linux). Mesmo sendo o Windows (principalmente antes do XP) muito suscetível a todo tipo de ataque e abuso, eu me orgulho de nunca ter pegado nenhum vírus.

Ocorre que nesses últimos dias eu precisei imprimir alguns documentos, os quais coloquei no meu pen drive e imprimi nas gráficas de costume. Isso foi em dois dias diferentes. Tudo certo, tudo bom.

Porém, quando eu coloquei o pen drive de volta no meu computador, susto. Depois de alguns instantes, o meu Internet Explorer parou de abrir alguns sites (como o orkut e o YouTube), exibindo uma mensagem do gênero "ALGUÉM BLOQUEOU ESSESS SITES! E NÃO FOI O ADMINISTRADOR DA REDE! HUAHUAHAUAHUAHUAHUA!". Ao mesmo tempo, uma risada maligna era reproduzida pelas caixas de som. Era um script (não é vírus) que o meu pen drive tinha pegado do computador da gráfica. Li na Internet como removê-lo, o que fiz. Isso foi no primeiro dia.

Da segunda vez, depois de usar o pen drive no computador da outra gráfica e colocá-lo no meu computador (e eu não copiei nenhum arquivo da gráfica nem do pen drive para o computador), apareceu um passarinho que ficava voando pela tela e me impedia de acessar algumas pastas do computador por meio do Windows Explorer. Novamente, li na Internet como remover o programa, o que fiz.

Pouco satisfeito de ter pegado esses benditos scripts maliciosos, fui me informar sobre como eles funcionam. O problema é que o Windows, assim que detecta a presença de um pen drive, busca um arquivo chamado autorun.inf no mesmo e o executa, sem pedir permissão. Se um espertinho colocar nesse autorun.inf a instrução de executar algum programa malicioso, o Windows o fará.

Assim, se você colocar um pen drive saudável em um computador infectado, ele vai se infectar imediatamente ao ser espetado na porta USB, sem que você precise copiar nenhum arquivo! E, se você colocar um pen drive infectado no seu computador, ele irá se infectar também, sem a necessidade de copiar nenhum arquivo! Desnecessário dizer, você não quer que isso aconteça com você.

O quer fazer, então?

O primeiro passo é desabilitar essa execução automática no seu computador. Vá no Menu Iniciar > Executar. Digite gpedit.msc e aperte enter. Vá em Diretiva Computador Local > Configurações do Computador > Modelos Administrativos > Sistema. No painel da Direita, clique com o botão direito em cima de "Desativar Autoexecutar". Selecione "Propriedades". Selecione "Ativado" e "Todas as Unidades". Ninguém precisa dessa autoexecução, acredite em mim.

O próximo passo (cortesia daqui) é ir no Menu Iniciar > Executar. Digite regedit e aperte enter. Aponte para HKEY_CURRENT_USER\ Software\Microsoft\ Windows\CurrentVersion \Explorer\MountPoints2 e clique na chave MountPoint2 com o botão direito do mouse. Selecione "Permissões" e "Avançado". Desmarque "Herdar do pai as entradas de permissão...".

Com isso, seu computador não irá pegar 95% dos scripts maliciosos de pen drive.

Já para o seu pen drive não se contaminar, faça o seguinte:

1. Coloque o pen drive em uma porta USB e anote em que unidade ele aparece (geralmente e: ou f:).

2. Abra o Bloco de Notas

3. Salve um arquivo sem texto nenhum no diretório raiz (E:\ ou F:\) com o nome de autorun.inf

2. Vá no Menu Iniciar > Executar
 
3. Digite CMD.EXE e aperte enter.

4. Digite e: (ou f:)

5. Certifique-se que está no diretório raiz

6. Digite attrib +h +s +r autorun.inf

Pronto, seu pen drive está protegido de 95% dos vírus de pen drive.

Se o procedimento acima falhar por algo do gênero "Acesso Negado", seu pen drive já deve ter sido contaminado. Se for o caso, proceda assim:

1. Coloque o pen drive em uma porta USB e anote em que unidade ele aparece (geralmente e: ou f:).

2. Vá no Menu Iniciar > Executar
 
3. Digite CMD.EXE e aperte enter.

4. Digite e: (ou f:)

5. Certifique-se que está no diretório raiz

6. Digite attrib -h -s -r autorun.inf

7. Feche todos os programas em execução no Gerenciador de Tarefas.

8. Pelo Windows Explorer, abra o diretório raiz do Pen Drive e apague o arquivo autorun.inf.

9. A partir daí siga as instruções acima e rode um anti-vírus no pen drive e no computador todo.

Procedendo como acima, você poupa a dor de cabeça de ter que desinstalar scrips maliciosos...

Em caso de dúvida, os comentários estão abertos.


Escrito por Philipe às 20h00
[] [envie esta mensagem] []


12/06/2008

Venture Capital e inovação

Para quem gosta do Baumol e de empreendedorismo: do Deutsche Bank, Venture Capital: Bridge between idea and innovation?, aqui.

The role that innovation plays in a modern economy’s performance efficiency is undisputed. Europe has ideas in abundance, but what it lacks is innovative entrepreneurs – especially in Germany. In our study, which was supported by the Federal Ministry of Education and Research, the author examines whether a connection exists between endowment with venture capital and the transmission of ideas into innovation. He also discusses whether the supply of venture capital by VC funds or demand for capital by innovative entrepreneurs is the crucial factor.

Um livro que traz um bom apanhado dessa discussão é o Good Capitalism, Bad Capitalism, and the Economics of Growth and Prosperity, disponível eletronicamente em http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=985843.


Escrito por Philipe às 17h45
[] [envie esta mensagem] []


11/06/2008

Quando eu não quero ser claro, eu sou.

O UOL colocou na sua home page hoje uma matéria sobre um casal de velhinhas (lésbicas!) que se casou na Califórnia, aqui. A matéria em si é curiosa, mas o que me chamou mesmo a atenção foi o comentário abaixo:

"Mas respeitamente q quebrando preconceitamente". Uau. E o legal é que ele termina ainda com um "ok".

Ok. 


Escrito por Philipe às 21h25
[] [envie esta mensagem] []



Divertindo-se com as estatísticas de comércio exterior

Eu falei em um post anterior (aqui) sobre como as estatísticas de comércio exterior podem ser engraçadas. Bom, hoje eu vi mais um exemplo. Da sempre útil Agência Minas, sobre o relacionamento comercial de Minas Gerais com a Austrália:

Dos 164 produtos exportados em 2007, apenas o “café não torrado” e o “ferro fundido bruto” – principais produtos exportados – são responsáveis por 68,1%, revelando uma forte concentração da pauta. Outros produtos dentre os principais foram: “minérios de ferro não aglomerados e seus concentrados” (6,2%) “arame farpado de ferro” (3,3%), “ferronióbio” (3,1%).

Nossa, se fosse "Minério de Ferro Não Aglomerado e Seus Derivados" poderia ser uma banda de blues! É, do tipo Renato e Seus Blue Caps...


Escrito por Philipe às 21h18
[] [envie esta mensagem] []


09/06/2008

Preferência nacional

Preferência nacional:


Escrito por Philipe às 23h03
[] [envie esta mensagem] []



Re-post

Não abandone seu cachorro. Cachorros se apegam a seus donos, é uma maldade sem tamanho abandoná-los.

Não abandone seu blog. Algumas pessoas ainda querem lê-lo, e o espaço precisa de seu dono para ter uma esperança de futuro.

Não abandone seu gato. Eles podem até mesmo chegar a gostar de você (mas ainda os cachorros se ligam muito mais aos donos).

Em uma entrevista, o presidente do Technorati disse:

Q Any idea how many of the 109.2 million blogs you track get no hits in the course of a year?

A Just over 99 percent. The vast majority of blogs exist in a state of total or near-total obscurity.

PS: Volto em breve.


Escrito por Philipe às 21h25
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   
Histórico

OUTROS SITES
    A garota 100% perfeita
  Tudo o que você sempre quis saber sobre a multa nos sushis que sobraram no rodízio... mas não tinha coragem de perguntar ao amigo economista
  E-book dos ditados populares
  Dilbert Blog (Scott Adams)
  Geek Press
  A Softer World
  Blog do Mankiw
  Publicidade Positiva
  De Gustibus Non Est Disputandum
  Temas em Economia
  xkcd
  Cracked
  Demography Matters
  Homo Econometricum
  Suspensão de Juízo
  Quatroventos
  phCastro
  Muçarela
  Todos os Links - Matizes Escondidos


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog