Matizes Escondidos

28/12/2007

Parem as máquinas!

O pessoal que faz esses documentários e revistas no estilo "Retrospectiva 2007" deve odiar quando ocorre um fato relevante bem no finalzinho do ano.

A primeira vez que pensei nisso foi em 2004. Um ou dois dias antes daquele enorme tsunami que causou toda aquela destruição, eu tinha visto numa banca de jornais uma revista com alguma propaganda pouco modesta, no estilo "você não vai lembrar nada de 2004 sem esta revista". Daí a pouco, ocorre aquele que foi um dos fatos mais relevantes não só do ano, mas também da década.

Estou escrevendo a respeito desse tema por causa do assassinato da ex-premiê Bhutto, no Paquistão. Aposto que quase todas as revistas e programas de TV referentes à retrospectiva de 2007 já estavam prontos. Esse pessoal da Al-Qaeda é mesmo um terror!

Agora, sério, o incidente vai atrapalhar ainda mais a complicada sociedade paquistanesa. Um relato brilhante e pungente de como as coisas podem dar tão errado em um país, e por qual razão, pode ser encontrado no já recomendado The White Man's Burden, de William Easterly.


Escrito por Philipe às 14h41
[] [envie esta mensagem] []


26/12/2007

Hush Puppies - Basset Hound

Estou lendo o livro "The Tipping Point", de Malcolm Gladwell. Li o livro mais famoso dele, o "Blink", que, embora um pouco raso, deu um pouco mais de substância a algumas impressões minhas de que o tal do "think hard" tão idolatrado por aí não é uma boa estratégia para resolver diversos tipos de problemas, acadêmicos ou não. Confira aqui uma crítica minha ao "hard thinking", aplicado à uma prova de informática do CESPE.

Ok, vamos ao livro. Ele não é tão bom quanto ao Blink, mas traz algumas histórias interessantes. Uma delas é como uma marca decadente e relativamente obscura de calçados, a Hush Puppies saiu do ostracismo e se tornou um sucesso de vendas nos EUA.

Fiquei curioso para ver como eram os sapatos da tal marca. Ocorre que o símbolo da empresa é um simpático basset hound. Ora, bassets hound são super simpáticos! Clique aqui para ler mais sobre minha opinião sobre esses coleguinhas.

Simpáticos, bonitos... Mas um basset hound é uma presença um pouco pesada, passa um ar de ambiente caseiro, bonachão, um pouco de lerdeza. Convenhamos, creio que deva ser difícil encaixar um basset de verdade em uma propaganda em que a idéia seja passar a imagem de que os consumidores de uma marca são in, moderninhos, desenvoltos, etc.

Foi isso o que a Hush Puppies tentou colocar em seu site, creio. Pessoas jovens e descoladas, mas que tem que dividir a foto com o basset. Lembrem-se, o cachorro é o símbolo da marca.

Acho que o cachorro destoa do resto da propaganda. Alguém concorda? O site da empresa está aqui, mas coloco as fotos que eu achei mais representativas.

Hush Puppies Basset Hound - Hush Puppies


Escrito por Philipe às 19h03
[] [envie esta mensagem] []


25/12/2007

Pelo menos de vez em quando aqui tem

É como eu digo: não abandone o seu blog!

Aqui, entrevista com o vice presidente do Technorati:

Q Any idea how many of the 109.2 million blogs you track get no hits in the course of a year?

A Just over 99 percent. The vast majority of blogs exist in a state of total or near-total obscurity.

 


Escrito por Philipe às 18h05
[] [envie esta mensagem] []



Competência informacional

Outro dia eu estava no meu estágio lendo descrições sobre programas realizados na área da cultura. Um dos programas seria executado por uma biblioteca. Entre seus objetivos, estava o de colaborar para o aumento da "competência informacional" do público-alvo.

Ora, talvez alguns de vocês saibam que eu não gosto muito de certos neologismos e expressões novas que aparecem por aí... Vejam este post para conferir.

Só que eu gostei da tal da competência informacional. Vamos ver: o mundo está cheio de fontes de dados e informações: livros, jornais, revistas, enciclopédias de papel, Wikipedia, etc. Ora, de pouco adianta que o conhecimento exista se as pessoas não conseguem acessá-lo e usá-lo de forma a conseguir o que querem. A pessoas precisam saber usar o conhecimento. Qual é a habilidade que é necessária? A competência informacional.

Não me vejo usando essa expressão no cotidiano, mas gostei dela.


Escrito por Philipe às 17h50
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   
Histórico

OUTROS SITES
    A garota 100% perfeita
  Tudo o que você sempre quis saber sobre a multa nos sushis que sobraram no rodízio... mas não tinha coragem de perguntar ao amigo economista
  E-book dos ditados populares
  Dilbert Blog (Scott Adams)
  Geek Press
  A Softer World
  Blog do Mankiw
  Publicidade Positiva
  De Gustibus Non Est Disputandum
  Temas em Economia
  xkcd
  Cracked
  Demography Matters
  Homo Econometricum
  Suspensão de Juízo
  Quatroventos
  phCastro
  Muçarela
  Todos os Links - Matizes Escondidos


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog