Matizes Escondidos

18/11/2006

Web logs

Uma das coisas mais legais de blogs é que eles atuam como filtros humanos da torrente de informações, classificando por interesses... Ache um blog que comenta os tópicos pelos quais você se interessa e isso lhe poupará uma boa parte do trabalho de peneirar por notícias e artigos no emaranhado da net...

Nesse espírito, minha recomendação é o www.geekpress.com - coletânea de notícias científicas relevantes, interessantes e engraçadas. Atualizado quase todo dia. Altamente recomendado!

PS: Você sabe o que é geek? Caso não... http://en.wikipedia.org/wiki/geek 


Escrito por Philipe às 09h12
[] [envie esta mensagem] []


17/11/2006

Coisas

Quando a Alemanha Oriental caiu, muitas pessoas tentaram negar e esquecer o passado, como forma de abraçar o futuro. Agora, com as memórias do sofrimento mais distante, temos um movimento de Ostalgie, nostalgia do leste, das coisas que eram cotidianas no lado comunista/socialista/marxista/etc... Muito interessante. O caso do sinal de trânsito é muito interessante. Ah, se alguém ainda não viu Adeus, Lênin!, deveria se fazer um favor e correr agora mesmo para alugar...

http://en.wikipedia.org/wiki/Ostalgie

http://en.wikipedia.org/wiki/Ampelm%C3%A4nnchen

Ah, o passado áureo, que não se encontra em nenhum lugar...


Escrito por Philipe às 19h50
[] [envie esta mensagem] []


16/11/2006

Rest in peace

E morreu o Milton Friedman...

Mas, o mais importante, é que viveu Milton Friedman.


Escrito por Philipe às 20h44
[] [envie esta mensagem] []



Bons sites

Um site muito útil é o The World Factbook... Ele é uma compilação de dados de todos os países e territórios do mundo (ok, países do mundo é um pleonasmo... mas eu uso assim mesmo!), com mapa, informações geográficas, históricas, políticas, etc. Apresenta uma resuminho da história do país e da economia, com os fatos mais importantes. Legal também é que eles têm estatísticas que dificilmente você encontraria em outro lugar ou dificilmente encontraria consolidados num lugar só... Quando alguém precisa de estatísticas (mesmo jornais de grande circulação e trabalhos acadêmicos sérios), geralmente consulta o World Factbook. E tudo muito atualizado. Por exemplo, a página sobre o Brasil foi atualizada dia 14/11 (dois dias atrás).

Ah, é o CIA do nome do World Factbook é daquela agência dos EUA mesmo... O interessante é que o tom das descrições é incrivelmente isento... Mas isso eu deixo para vocês julgarem.

O link é https://www.cia.gov/cia/publications/factbook/index.html Muito, muito, muito recomendado.


Escrito por Philipe às 07h53
[] [envie esta mensagem] []


15/11/2006

I wish

"E então ele disse:

- Não diga 'Que pena! Acabou'. Diga 'Que bom! Foi vivido'."


Escrito por Philipe às 20h10
[] [envie esta mensagem] []



Lasgo

Ontem foi dia 14/11... O que significa que que ontem fazia quatro anos que vida mudaria...

Uma fase que iria acabar apenas em primeiro de fevereiro de 2005... A sensação por tudo isso é agridoce... Bittersweet...

A vida é feita de histórias não contadas.

"Wakening up the past, because it went too fast..."


Escrito por Philipe às 20h05
[] [envie esta mensagem] []


14/11/2006

Lançamento de livro

O Ibmec e o Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial promovem no próximo dia 21 de novembro, às 19h30, no auditório do Ibmec, o lançamento do livro Gasto Público Eficiente: 91 propostas para o desenvolvimento do Brasil.


Escrito por Philipe às 07h27
[] [envie esta mensagem] []


13/11/2006

Raining blood

Essa é uma das foto mais poderosas que eu já vi... 

É um teste de míssil intercontinental... Cada um desses traços corresponde a um veículo de reentrada, que caso estivesse armado, explodiria uma bomba nuclear com potência de 25 Hiroshimas... Clique aqui caso queira saber mais...

É impressionante como até hoje nada deu errado em grande escala.


Escrito por Philipe às 21h12
[] [envie esta mensagem] []


12/11/2006

Manhã do dia 12/11/2006

Já faz um tempo que eu estou com um pequeno incômodo no ouvido. Não dói, é apenas uma leve sensação de entupimento, que ocorrer de vez em quando. Assim mesmo, eu fui consultar no hospital. Fui na emergência, uma vez que marcar consulta para hoje mesmo seria quase impossível. O nome "emergência" significa atendimentos não-marcados, o que é diferente de "urgência", que é para casos sérios.

Eu estava lá então, no balcão, quando comecei a perceber que havia algo estranho no ar... Muita gente na recepção, chorando e em vias de choro. Isso não é normal lá. Havia alguns conhecidos (de vista) lá... Alguma coisa séria tinha acontecido.

Poucos depois, eu escuto um choro descontrolado. Eu nunca tinha escutado alguém chorando assim. Alguma coisa muito séria tinha acontecido.

Logo depois eu reconheci quem chorava... Era um antigo colega meu de escola. O pai dele havia morrido num acidente de carro. Por isso ele estava chorando tão descontroladamente. Faz muito tempo que não conversamos, mas mesmo assim, fiquei tocado. Qualquer um ficaria. Deve ser uma dor lancinante. Nós pensamos o futuro, fazemos planos... E a peça termina antes do planejado.

A mãe dele também se envolveu, mas o quadro dela era menos sério. Eu comecei a ficar com vergonha do meu leve incômodo, enquanto aquelas pessoas lá estavam realmente com problemas sérios.

E eu, na minha típica reação de momentos emocionalmente carregados, comecei a tremer... Isso aconteceu antes só umas duas ou três vezes antes. Sendo a emoção boa ou ruim.

Fui então admitido para o consultório.

Para você ver como as coisas são, a mãe do meu colega estava na baia do meu lado... Ela estava num estado superdelicado, e eu lá, do lado, com meu humilde leve entupimento no ouvido esquerdo... E essas enfermarias não são nada discretas, dava para escutar e (ver) boa parte do movimento lá dentro...

Do meu outro lado, tinha um camarada que tinha tido um sério problema de nervosismo por causa do ENADE...

E eu com meu leve desconforto no ouvido esquerdo...


Então fui atendido, e dois minutos depois já estava saindo do hospital. Continuando meu dia de significâncias, tinha lá fora uma amiga do meu colega que perdeu o pai. Ela é muito bela... De rosto e de resto, como eu gosto de dizer. Chamarei-a de "Roberta".

É engraçado como ela mal me conhece (talvez nem de vista) e eu sei muito sobre ela.

"Como?", você se pergunta.

É que uma vez, há alguns anos, eu e uma colega minha estávamos (sic) na sala de aula quando fomos bombardeados com bolinhas de papel... Meu procedimento padrão quando sou acertado por uma bolinha de papel: desmontá-la. Foi o que fiz nesse dia... Mal pude acreditar no que li.

O cara que me tacou as bolinhas as tinha feito das cartas de amor da namorada.

Sério, cara que me tacou as bolinhas as tinha feito das cartas de amor da namorada. Que era a "Roberta".

Nela, ela falava de como ele era importante para ela, sobre como ele havia a feito feliz, e sobre como as coisas haviam mudado na vida dela. Ela dizia como havia chorado escrevendo a carta e como era importante para ela. Ela abria o coração.

E o cara havia feito uma bolinha de papel com essa carta manchada de lágrimas... Como ele pôde fazer isso?

Isso aconteceu há alguns anos. Hoje, eu olhava "Roberta" na minha frente e me perguntava se ela sabia que o namorado dela havia feito com as cartas... 

É por isso que digo que a vida é feita de matizes que nos passam desapercebidos...

Hoje foi uma manhã cheia de tristezas e relevâncias.


Escrito por Philipe às 12h05
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   
Histórico

OUTROS SITES
    A garota 100% perfeita
  Tudo o que você sempre quis saber sobre a multa nos sushis que sobraram no rodízio... mas não tinha coragem de perguntar ao amigo economista
  E-book dos ditados populares
  Dilbert Blog (Scott Adams)
  Geek Press
  A Softer World
  Blog do Mankiw
  Publicidade Positiva
  De Gustibus Non Est Disputandum
  Temas em Economia
  xkcd
  Cracked
  Demography Matters
  Homo Econometricum
  Suspensão de Juízo
  Quatroventos
  phCastro
  Muçarela
  Todos os Links - Matizes Escondidos


VOTAÇÃO
    Dê uma nota para meu blog